Sobre Tapetes

Na tecelagem de tapetes orientais são utilizadas fibras naturais das quais salientamos as mais importantes: , Seda, Algodão.

Lã: A lã é o material mais usado na concepção dos tapetes orientais, devido à combinação dos seguintes factores: macia e fácil de trabalhar, durável, preço. Proveniente do pêlo das ovelhas pode apresentar cores diversas como o branco, castanho, amarelo e cinzento.
Geralmente as melhores qualidades de lã são provenientes de regiões de grande altitude como algumas montanhas do Cáucaso, e do Irão.
Igualmente importantes na produção de lã de grande qualidade, estão os países da China, Austrália e Nova Zelândia.

Seda: A seda natural é uma fibra proveniente dos casulos dos bichos da seda.
Originária da China, a seda passou também a ser cultivada no Irão, Índia e em alguns países da Ex-União Soviética.
Actualmente as melhores qualidades de seda são provenientes da China e de algumas regiões do Irão. As principais qualidades da seda são atribuídas à extrema finura da fibra aliada à sua resistência, que é aproveitada pelos artesãos para a produção de belíssimos tapetes com densidades elevadíssimas de nós. Devido ao diâmetro da fibra ser muito pequeno, os tapetes de seda natural requerem maiores cuidados de manutenção, sendo geralmente pendurados em paredes como motivo de decoração ou no chão de preferência em locais da casa com pouco movimento.

Algodão: Embora existam algumas qualidades de tapeçarias em algodão, no caso das tapeçarias orientais o algodão é essencialmente utilizado na estrutura dos tapetes.

  Voltar