Sobre Tapetes

Fars: Província do Irão onde são produzidas carpetes por tribos Gashgay e Khamseh.
Fil-paigul: Nome dado a um desenho octogonal, também conhecido como "Pata de Elefante".

Florais: A produção dos tapetes florais está concentrada em pequenas aldeias e em sofisticados centros de produção como Isfahan, Tabriz, Sarouk, Kashan, Nain, Ghom e Kermam. A produção dos tapetes com desenhos florais é mais difícil de ser executada. Exige mais técnica para a confecção dos detalhes.
O tapete é desenhado por um artista em papel milimétrico que é seguido pelo artesão. Se os tapetes florais não forem executados com "perfeição" perdem a sua beleza. Porém nos tapetes tribais o charme está nas suas "imperfeições" e "irregularidades".

França: País Europeu e que entre os Séc. XVII e XVIII foi o mais importante centro produtor de tapetes. Os conhecidos tapetes Savonnerie e Aubusson não mais são produzidos neste pais pois toda a produção se deslocou para a China, Índia e Paquistão.

Fundação: Os componentes estruturais básicos de tapetes feitos à mão que consistem em Urdiduras e Tramas.

  Voltar